Notícias

5 sinais para identificar problemas com a pastilha de freio

5 sinais para identificar problemas com a pastilha de freio

Pense na seguinte situação: estão faltando alguns alimentos na sua casa e você resolve ir ao supermercado para fazer algumas compras. Até aí tudo bem, liga o carro, segue o caminho até o estabelecimento, e de repente o sinal vermelho no semáforo, claro que você tem que frear o veículo, e aí que percebe algo estranho… o freio demorou a responder o comando e ainda faz um barulho diferente no momento que é acionado. Estranho! O que poderia ser?

Saiba que manter os freios em ótimo estado é uma atitude imprescindível, isso porque representam uma das peças mais importantes do veículo, e que garantem parte da segurança no uso do veículo. Se identificou com o exemplo que apresentamos?! Que tal entender como o desgaste dos freios podem remeter ao alerta de uma troca imediata?

De modo geral, os sistemas de freio dos carros são constituídos pelo sistema a disco (na dianteira) e a tambor (na traseira). Mas, os carros com um valor maior agregado, costumam ter o sistema a disco nas quatro rodas. Neste sistema, o trabalho é feito a partir das pastilhas que comprimem o disco, em que é ligado ao eixo e acompanha todo o processo de movimentação das rodas. Assim, a pastilha se encarrega de imobilizar o disco e as rodas do carro.

Mas, quando deve ser trocado o sistema de freios?
Assim que você perceber sinais de retardo em resposta a frenagem, já é a hora indicada para ir à uma oficina mecânica. Geralmente, o fluido de freio possui uma garantia e deve ser trocado a cada dois anos. Se não for realizada essa troca, alguns elementos dessa engrenagem podem oxidar. O tempo estimado das pastilhas de freio duram em torno 25 mil km, as lonas de freio, utilizadas no tambor, duram em média 50 mil km, já o disco até 25 mil km e o tambor de freio dura até 50 mil km.

Nós da Khronos selecionamos 5 sinais que podem indicar possíveis problemas com a pastilha de freio, e que podem facilitar a sua identificação. Acompanhe!

RUÍDOS
Como já comentamos anteriormente, esse sinal é um dos mais comuns para identificar a necessidade de troca do sistema de freio. É preciso ficar atento(a) caso o freio do automóvel comece a fazer barulho. Além de evidenciar o desgaste das pastilhas, também pode significar a baixa qualidade delas. Sendo que, além dos ruídos, também diminuirão a vida útil dos discos. Porém, há vezes em que os barulhos não são devido aos desgastes, mas sim por acúmulo de sujeiras que são causados em dias chuvosos provenientes de pontos de alagamentos.

DESCONFORTO NO PEDAL
Ao acionar o pedal de freio e sentir um desconforto por percebê-lo mais "duro", pode sinalizar a fragilidade na qualidade do material de atrito disposto nas pastilhas de freio, como também o vazamento do diafragma do servo-freio.

FLUÍDO DO FREIO
Ele é indispensável no processo de frenagem de um veículo e tem a função de não se comprimir e de absorção da água. Por exemplo, se o(a) motorista pisa no pedal de freio, o fluido atua na parte hidráulica e aciona as pastilhas de freio, fazendo o carro parar. Fique sempre ligado(a) nas instruções do fabricante para saber o momento certo da troca.

ESPESSURA
Para saber se o sistema de freio de seu carro está funcionando de forma correta, leve-o até uma oficina mecânica ou a empresa especializada em revisão de freios, para verificar a espessura do disco de freio. Caso estejam com menos de três milímetros, está na hora de realizar a troca!

LUZES NO PAINEL
Para facilitar todo esse processo de identificação, alguns veículos possuem uma luz no painel que ao acendê-la significa que a pastilha está desgastada. Aí é hora de substituir as pastilhas de freio!


Conhecer todos os sinais que possam indicar problemas com freio garante a sua segurança e de toda a sua família. Ruídos, desconforto nos pedais, fluído do freio, espessura e até as luzes no painel do veículos são características que podem lhe auxiliar a resolver logo esse empecilho. Fique sempre em alerta!


- Equipe Rastreamento Veicular Khronos.